Search

Produtos recomendados

Resinas poliésteres insaturadas são compostas por uma resina polimérica e um monômero, que atua como diluente durante o processamento e como co-monômero durante a reação de endurecimento. A resina geralmente é composta por glicóis e ácidos ftálicos com certo percentual de ácidos alifáticos insaturados como o ácido maleico ou o fumárico. Na região da NAFTA, o diclopentadieno também pode ser associado à cadeia polimérica. Como diluente reativo, comumente se opta pelo estireno que, na maioria dos casos, deixa a resina poliéster insaturada relativamente apolar.

Por essa razão, a sílica pirogênica AEROSIL® é o agente espessante preferido. O AEROSIL® 200 é amplamente usado em resinas para laminação, enquanto que para gelcoats, o AEROSIL® 300 e o AEROSIL® 380 podem oferecer vantagens.

Algumas resinas especiais poliésteres e vinil-ésteres, no entanto, que possuem mais caráter polar requerem produtos AEROSIL® hidrofóbicos como agente tixotrópico. O AEROSIL® R 202 exibe excelente desempenho nesses tipos de formulações, enquanto a sílica pirogênica hidrofílica AEROSIL® não confere o efeito desejado.

As resinas epóxi, polares por natureza, também necessitam do AEROSIL® R 202 como agente tixotrópico.

Durante a formulação de adesivos ou revestimentos, há inúmeros aditivos incorporados na formulação. Dependendo da quantidade e da polaridade desses aditivos, a eficácia de espessamento de determinado tipo de sílica pirogênica AEROSIL® pode ser alterada significativamente em comparação com os resultados encontrados na resina por si. Por isso, o tipo e a quantidade de produtos AEROSIL® devem ser selecionados experimentalmente a fim de encontrar a fórmula ideal.